sábado, julho 08, 2006

Realizadores I - Mário Neves

DADOS BIOGRÁFICOS

Nome Completo: Mário Vasques das Neves
Data de Nascimento: 1959
Naturalidade: ?
Nacionalidade: Portuguesa

FILMOGRAFIA

Como Realizador
O Homem do Saco Amarelo, pub. (1958)
A Aventura de um Ursinho Pardo, pub. (circa 1959)
O Mestre e o Rato, pub. (circa 1959)
Laranjina , pub.(circa 1959)
Flintcoat (circa 1959)
O Maravilhoso Amigo (circa 1960).
Uma Caçada Que Ficou Célebre (circa 1960).
Fantasia Branca" (1960)

Beth (1978)
O Médico e a Duquesa (1982)
Desinquietações I, série. (1994) 17 filmes de 30'' a 45''
Desinquietações II, série. (2003) 15 filmes de 30'' a 45''


Como Produtor e Realizador
Beth (1978)
O Médico e a Duquesa (1982)

Como Argumentista e Realizador
Desinquietações II (2003)

Mário Neves fez o seu primeiro filme de animação a bordo do “Benguela”, o navio onde trabalhava como enfermeiro. A vida a bordo era monótona, e o desenho era para ele uma espécie de entretenimento.
No seu camarote foi construída uma mesa de luz, pelo carpinteiro do navio, onde podia dar largas à sua imaginação.
Começou então a ilustrar para alguns jornais de Angola, nomeadamente para o “Província de Angola” e mais tarde o “Lobito”.
Alertado para o facto do filme de autor em animação não ter um mercado, começa por conta própria a desenvolver um projecto para os caramelos Heller: uma história sobre um ladrão que usava um saco amarelo para efectuar o seus roubos. No entanto “ O Homem do Saco Amarelo” não foi exibido, não era uma encomenda e era curto demais, mas segundo Mário Neves “serviu para mostrar que era possível fazer animação em Portugal”.
Graças à realização deste filme, foi encomendado a Mário Neves, pela Sociedade Nacional de Sabões, um pequeno filme de animação: “A Aventura de um Ursinho Pardo” (circa 1959): a história era sobre um ursinho pardo que vivia no Pólo Norte, todos os outros ursinhos eram brancos, e ele ficava muito triste por ser diferente, até que surgiu o Sonasol no qual ele alegremente se lavou e ficou limpíssimo, ficou branco.”
O filme foi bem recebido pelo público, no Cinema Roma, “era a primeira vez que se fazia uma coisa falada em português”.
Apesar de se sentir um pouco triste com o facto de ter de subordinar o seu trabalho à publicidade, Mário Neves afirma que este era o único meio, na altura de se poder fazer animação em Portugal
Realizou ainda outro filme de animação publicitário, o “O Mestre e o Rato”. Este pequeno filme era uma animação para uma marca de margarina.



"A aventura de um Ursinho Pardo"

[imagem do arquivo de Paulo Cambraia]

1 comentário:

Carlos Crespo disse...

Trabalhei com o Mário Neves entre 1969 e 1982. Julgo que a naturalidade dele seria Lisboa. Já se passaram bastantes anos pelo que já não tenho a certeza. Na filmografia dele faltam referir muitos filmes publicitários. Alguns de grande relevância na época. Trabalhos executados para agências de publicidade, como a Sonarte e muitas outras. A publicidade da Toyota, em cinema, foi executada pelo Mário Neves durante vários anos. A campanha da "menina pescadinha" que promoveu o inicio do consumo do peixe congelado em Portugal, foi feita por ele. A campanha da Cãmara Municipal de Lisboa sobre o "lixo" foi ele que a criou e executou. Uma campanha lindissima das massas Nacional foi feita pelo Mário Neves.Tem no seu "portfólio" imensos sucessos.
Assisti à execução, montagem e acabamento do filme "O Médico e a Duquesa" e nele também tomei parte integrante. O próprio Mario Neves também aparece no filme, em que o protagonista principal - médico - é o seu filho, Mário Jorge.
Espero ter ajudado.
Carlos Crespo
17-11-2006